Agências
Agências

Conheça as Agências do Banco de Tempo em Portugal e saiba como abrir uma.

Há, neste momento, 28 agências do Banco de Tempo a funcionar em diversos pontos de Portugal continental e nas duas Regiões Autónomas, concentrando-se nas áreas do litoral e sobretudo a Norte do Tejo, acompanhando o padrão de distribuição populacional do país. Existem, actualmente, várias agências em processo de constituição.

Em média, as agências têm 76 membros e, no total, há, aproximadamente, 1900 membros inscritos no Banco de Tempo em Portugal, 74% dos quais são mulheres.

As agências do Banco de Tempo nascem de parcerias entre o Graal e entidades de natureza diversa: Juntas de Freguesia, Câmaras Municipais, Associações, Fundações, Escolas, IPSS, Orgãos de Comunicação Social, etc.

Apesar de partilharem dos mesmos princípios e regras de funcionamento, há uma enorme diversidade nas agências do Banco de Tempo. As dinâmicas locais em curso assumem, efectivamente,  características distintas, fruto do seu enquadramento em realidades sociais e organizacionais diferenciadas.

Cada agência do Banco de Tempo tem as suas próprias características e públicos e define os seus limites territoriais.

Veja aqui a listagem das agências em funcionamento e respectivos contactos.


Como abrir uma Agência do Banco de Tempo

As Agências do Banco de Tempo nascem de parcerias entre o Graal (Banco Central) e uma ou mais entidades que a nível local reúnem os recursos necessários à sua constituição.

Para além de um parceiro institucional é indispensável, que a nível local, se reúnam os seguintes recursos necessários ao bom funcionamento da Agência: espaço físico, telefone, computador com acesso à internet, verba para as chamadas telefónicas, correio, material de divulgação e deslocações para formação. É, sobretudo, necessário que sejam envolvidas pessoas com disponibilidade para assegurar o funcionamento da Agência do Banco de Tempo.

Quando a nível local há interesse e se considera que estão reunidas as condições para o desenvolvimento deste projeto, importa que as pessoas que virão a estar empenhadas na sua dinamização participem numa ação de formação inicial. Caso, na sequência da mesma, se decida avançar para a implementação da ideia, os parceiros mantêm o diálogo com vista ao planeamento do processo de constituição da Agência do Banco de Tempo que se formaliza através da assinatura de um protocolo de parceria entre o Graal e os parceiros locais.